4 Competências de um Freelancer Marketing Digital

4 Competências de um Freelancer Marketing Digital

As Competências de um Freelancer Marketing Digital (tanto em início de carreira ou com anos de bagagem) com certeza tem presenciado na pele as transformações que a internet e a tecnologia tem causado no seu dia a dia. As competências e habilidades que funcionavam no passado hoje podem não funcionar tão bem como antes ou precisam ser complementadas por outras novas.

Perfil analítico

Ser Data-Driven – Orientado a dados. Partindo desta premissa, ter um perfil analítico poderá ajudá-lo num mercado em que existe dados para tudo. A partir deles poderá obter informações importantes e tirar insights valiosos para a vossa estratégia de marketing.

O freelancer Marketing Digital terá que ser capaz de analisar, sintetizar e extrair informações valiosas deste universo cada vez mais complexo de dados gerados sem dúvida será muito valorizado no mercado.

 

Poder de aprendizagem

O conceito de learn by doing praticamente traz outro conceito, que é o: Fail fast, popularizado pelo livro de Eric Ries. Desta forma, ser um profissional curioso, observador e que entende e propõe o teste de novas ferramentas, funcionalidades, processos é o perfil que eu acredito que irá se destacar no mercado.

Portanto, ter uma licenciatura/mestrado na área de marketing já há algum tempo não é garantia de nada e de nenhuma coisa. Estude por conta própria, leia livros, blogs, cursos e outros troca de dicas com outros profissionais, mas mais importante, aplique o que aprendeu na prática no dia a dia no seu negócio. Só assim  aprende de verdade e conseguirá extrair lições importantes.

 

Criatividade

Sejamos honestos. A criatividade é uma competência que há muito se exige de qualquer profissional de marketing (antes mesmo da internet).

A criatividade é a nossa capacidade de solucionar problemas, portanto, ela será cada vez mais exigida ainda mais em tempos de inteligência artificial em que as máquinas cada vez mais farão trabalhos de análise de dados, tarefas “mecânicas” ou facilmente replicáveis.

 

Estar unido com outras áreas

Deve estar como unha e carne com outras áreas como as vendas, produto, etc. Não faz mais sentido ficar dentro de uma caixa fechada, quando temos que conhecer e bem o que está fora da caixa.

Devemos estar  sempre abertos, incentivar e fazer a interface com outras áreas da empresa.